Década de 70

Leila Diniz

Símbolo do feminismo, apareceu aos 7 meses de gravidez usando biquíni, em 1971, numa época em que as grávidas não mostravam a barriga.

 70_1_abertura

 

Mulheres ícones

Mulheres dos anos 70 no Exterior 

Caroline de Mônaco

Filha de Grace Kelly, a princesa sempre foi sinônimo de beleza, classe e elegância.

70_2_mulheres_exterior1

 

70_2_mulheres_exterior2

 Farah Fawcett

Conhecida pelo seriado As Panteras. Seu cabelo e beleza foram ícones dos anos 1970 e 1980.

 

Diane Keaton

Musa de Woody Allen, consagrou seu estilo com o figurino do filme Noivo Nervoso,  Noiva Neurótica.

 70_2_mulheres_exterior3

 

70_2_mulheres_exterior4

Cher

Cantora e atriz, seu estilo exuberante marcou época.

 

Mulheres dos anos 70 no Brasil 

Dina Sfat

A beleza e autenticidade da atriz marcaram os anos 1970 no cinema e na TV.

70_2_mulheres_brasil1

 

70_2_mulheres_brasil2

Carmen Mayrink Veiga

Socialite carioca, uma das mulheres mais elegantes do Brasil.

 

Regina Duarte

A eterna “Namoradinha do Brasil” inspirava as mulheres mais românticas.

 70_2_mulheres_brasil3

 

70_2_mulheres_brasil4

Vera Fisher

Símbolo sexual, Miss Brasil e atriz, foi ícone de beleza por várias gerações.

 

Peças e looks

Aspectos Artesanais

Bordado, crochê, tricô, tudo o que era feito à mão era valorizado.

70_aspectos_artesanais

 

Feminino como inspiração masculina

 70_influencia-masculina170_influencia-masculina2

Saia-calça

 70_3_influencia-masculina1

Saia-calça para a mulher dinâmica que precisava de movimento.

 

Vestido-camisa

Vestido-camisa solto, gravata, faixa no cabelo, sandália e meia soquete.

 70_4_influencia-masculina

 

Chemisier

 70_5_influencia-masculina1

O chemisier, inspirado nas camisas masculinas durante a Segunda Guerra Mundial, foi reeditado nos anos 1970.

O chemisier dos anos 1970 veio com mangas largas ou soltas, gola alta ou aberta e cinto fino. Viva o flower power!

 70_5_influencia-masculina2

 

Calça boca-de-sino

70_6_influencia-masculina

A calça boca-de-sino com blazer e bolsos saariana.

 

Calça + Túnica

70_7_influencia-masculina

 

Tailleur

70_8_tailleur

Desde que Chanel difundiu o tailleur na moda, ele segue reinando, mas a cada década ganha uma modificação.

 

Vestido envelope

70_10_vestido-envelope

Vestido envelope, um clássico criado por Diane Von Furstenberg.

 

Comprimentos míni, midi e máxi

70_9_mini-midi-maxi1

70_9_mini-midi-maxi2

70_9_mini-midi-maxi3

 

Influências

Hippie

70_influencia-hippie1

Os hippies seguiam influenciando a moda, dizendo não ao consumismo ocidental e valorizando a cultura oriental: batas, kaftans, túnicas indianas, roupas ciganas, bijuterias étnicas…

Em plena ditadura militar no Brasil, a moda era uma das poucas formas de expressão.

 

Retrô

New romantic – Romantismo na manga com grande volume (manga presunto) e ajustada no punho, muito usada no século 19, entre 1880 e 1890.

70_influencia-retro

 

Disco/Glitter

No final da década, surge uma nova onda pop de glitter e glamour, embalada pelas discotecas.

 70_influencia-disco2

Dancin Days, novela de 1978 com Sônia Braga. As meias de lurex e sandálias de plástico viraram febre nacional.

70_influencia-disco1

Calça saruel, usada com maiô.

 

Moda lingerie

 70_influencia-lingerie

 

Beleza na década de 70

 70_influencia-beleza

Olhos e lábios marcados, no cabelo ondas frisadas como as estrelas dos anos 1930.

70_influencia-beleza1

 Cabelos em cachos soltos, exuberantes e lisos com franja longa.

 

Estilistas

Zuzu Angel:

cultura brasileira e moda protesto

70_zuzu1

Suas criações tinham a alegria e a riqueza de cores da cultura brasileira, estampas de chita e renda renascença. Quando seu filho, Stuart, foi preso durante a ditadura, Zuzu usou a sua moda para protestar com estampas de anjinhos sobrevoando as nuvens. Pioneira em brasilidade, fez sucesso com seu estilo em todo o mundo, inclusive nos EUA.  

Markito:

moda Glam  

70_markito1

Tornou-se um dos mais famosos estilistas brasileiros na era Disco. Criou vestidos sensuais em jérsey e paetês, sua moda era glamourosa como a tendência nos anos 1980.

Usou o trabalho das bordadeiras de Uberaba, Minas Gerais, sua terra natal, nas peças que eram exportadas para os Estados Unidos. 

Fiorucci:

moda Jovem

70_fiorucci1

Gloria Kalil trouxe a Fiorucci para o Brasil em 1977. Foi a primeira marca de grife a entrar no mercado brasileiro. A exportação era proibida no país e tudo era fabricado por aqui, todas as informações vinham de viagens que Gloria fazia para a Itália. Foi a primeira marca ligada ao segmento jovem de jeans e abriu portas para outras como Dijon, Gledson, Ellus e mais tarde Forum e Zoomp. Peças de qualidade, cores vibrantes e humor fizeram com que a Fiorucci virasse mania.

Published in: on 15 de setembro de 2009 at 0:10  Deixe um comentário